Participação no Congresso “100 Orpheu”

«Orpheu da Arábia: a presença arábico-islâmica no modernismo português». Eis o título da minha comunicação no Congresso Internacional 100 Orpheu, agendada para dia 27 de março, às 11h15, na Fundação Calouste Gulbenkian.

Objetivo desta comunicação é analisar a presença do imaginário arabista e da temática arábico-islâmica nas produções artísticas de alguns protagonistas da chamada Geração de Orpheu. A nossa atenção focar-se-á principalmente nas obras de Fernando Pessoa, Almada Negreiros e Ângelo de Lima. Além disso, serão abordadas as contribuições de artistas que conviviam com o grupo de Orpheu, tais como o pintor Amadeo de Souza-Cardoso e o compositor Ruy Coelho. Tentar-se-á esclarecer, através deste percurso, por que razão Fernando Pessoa, ao tratar de Orpheu enquanto revista da corrente literária «sensacionista», escreveu: «O sensacionismo é puramente árabe».

Informações e programa do Congresso: www.100orpheu.com

Anúncios