Halloween? Não.

Eis sucintamente algumas caraterísticas do Halloween, explicitadas para pais, educadores e outros, e sobretudo para benefício das crianças. No silêncio de uma sociedade feita de mecanismos e condicionamentos utilitaristas, e piores ainda, possam a palavra e o pensamento contribuir para uma reflexão benéfica. Continuar a ler