Artigo sobre tema arábico-islâmico na Geração de Orpheu, publicado no livro 100 Orpheu

100 orpheu livro artigo fabrizio boscaglia orpheu da arabia

É intitulado «Orpheu da Arábia: a temática arábico-islâmica no modernismo português», o artigo de Fabrizio Boscaglia que integra o livro 100 Orpheu, publicado pela Edições Esgotadas e organizado por Annabela Rita e Dionísio Vila Maior.

O livro 100 Orpheu foi lançado em junho de 2016 e é o resultado de um esforço coletivo de dezenas de autores, que em 2015 foram oradores no homónimo Colóquio Internacional, realizado em Portugal e no Brasil por ocasião do centenário do lançamento da revista Orpheu.

Eis o resumo do texto de Fabrizio Boscaglia, «Orpheu da Arábia: a temática arábico-islâmica no modernismo português»:

São aqui apresentados elementos úteis para se investigar o tema arábico-islâmico nas obras de alguns protagonistas da designada Geração de Orpheu: Fernando Pessoa, Almada Negreiros, Mário de Sá-Carneiro, Ângelo de Lima, Alfredo Pedro Guisado, Amadeo de Souza-Cardoso e Ruy Coelho. Procura-se enquadrar esta temática no discurso cultural acerca da identidade portuguesa, mostrando dados biobibliográficos e histórico-culturais que contribuam para o estudo da presença arábico-islâmica na história da literatura e do pensamento portugueses.

Anúncios