Islão em guia didático do ACM

cosmovisões religiosas

«A palavra Islão deriva do árabe islām, que por sua vez deriva da quarta forma verbal da raiz s-l-m, aslama, significando ‘rendição, entrega e submissão [a Deus]’. A mesma raiz constitui também a base de salām, ‘paz’, com que a palavra islām e a correspondente condição de ‘entrega’ estão, portanto, intimamente relacionadas.». Começa com estas palavras a primeira de três fichas descritivas dedicadas ao Islão no volume intitulado Cosmovisões Religiosas e Espirituais: guia didático de tradições presentes em Portugal, publicado pelo Alto Comissariado para as Migrações (ACM) da República Portuguesa.

cosmovisões religiosasO livro, organizado por Paulo Mendes Pinto e realizado em colaboração com a Área de Ciência das Religiões da Universidade Lusófona, inclui uma ficha por cada uma das vertentes e dos cultos religiosos praticados em Portugal.

Cada ficha descreve o respetivo contexto de origem, a visão do mundo e da humanidade, a distribuição geográfica, os locais bem como as datas e os textos sagrados, os símbolos, os interditos e a presença em Portugal.

As partes dedicadas ao Islão são da autoria de Fabrizio Boscaglia e Filomena Barros.

Anúncios