Tese de Doutoramento sobre “A presença árabe-islâmica em Fernando Pessoa” defendida na FLUL

«Surgindo muito cedo na escrita filosófica do adolescente Pessoa e caraterizando uma parte da produção filosófica do autor fictício António Mora, a temática árabe-islâmica foi também abordada por Pessoa ortónimo, durante a idade adulta, em vários momentos e áreas do seu pensamento e da sua obra, nomeadamente nos escritos sobre sensacionismo, neopaganismo, iberismo, heteronimismo, sebastianismo e Quinto Império, assim como na poesia ortónima

Historicamente pouco considerada no âmbito dos estudos pessoanos, ou então reduzida unicamente à figura de Omar Khayyam, a presença do Islão e da civilização islâmica revela-se pelo contrário um elemento penetrante e funcional do pensamento pessoano, particularmente nas vertentes culturais e civilizacionais do mesmo.

Pessoa refletiu e escreveu acerca do Islão, da filosofia islâmica, da cultura científica na civilização islâmica, das literaturas árabe e persa, das mentalidades e culturas dos povos islâmicos, da presença islâmica na Península Ibérica medieval bem como na história e nos mitos portugueses, da presença árabe-islâmica no seu próprio pensamento e na sua obra enquanto intelectual português e europeu.

Existem no espólio e na biblioteca particular de Pessoa dezenas de documentos e escritos autógrafos, alguns dos quais publicados aqui pela primeira vez juntamente com outros reeditados, relativos ao Islão e à civilização islâmica.

A presente dissertação, visando analisar da forma mais completa e pela primeira vez a presença árabe-islâmica em Pessoa, pretende assim ser um estudo que investigue um tema original do pensamento do escritor português.»

Fabrizio Boscaglia, A presença árabe-islâmica em Fernando Pessoa, tese de doutoramento em Filosofia, defendida a 26 de março de 2015 no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa [p. 7, não numerada].

Anúncios